Eu tô um caco, não mais sei discutir, não demoro mais pra escolher roupa, a primeira que eu pegar tá bom, esqueço do meu celular, às vezes até ouço meu toque ao fundo e penso ‘gosto dessa música’, já nem faço questão de contar minhas coisas pra alguém, já tentei, chamaram de drama, me afastei sem querer, não quero dar explicações a ninguém mais. Não gosto mais de visitas, não gosto de ligações, tô enjoada de tudo, tô cheia de dores, tô doente, e mesmo assim passo a maior parte do dia rindo, rio de tudo, é meio inexplicável, só sei que ao fim do dia olho pra mim e vejo que eu tô um caco.
— Thaís Padilha (via dreams-crossed)
Você que inventou a tristeza, ora, tenha a fineza de desinventar.
Chico Buarque.   
(via granulada)
Vi dois cegos brigando aqui na frente de casa, gritei tomara que o que tá com a faca ganhe, e os dois saíram correndo.
Me chama de inocente que eu te mostro quem não sabe de nada.
Caraca mlk, que frio, que isso !
"Prédio ameaça desabar em São Paulo" ai eu imagino o prédio falando "olha que eu vou desaba hein, não to brincando, ó que eu desabo, cuidado hein"
Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos.
Luís Fernando Veríssimo.    (via fforwent)